Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

sábado, 11 de junho de 2011

Arrepio


Sou de momento. Vento inconstante. Às vezes vento sem rumo, a desatenção de meus atos acabam por atrapalhar seus cabelos e arrepiar sua nuca. Desproposital eu digo, você inconformado sorri e diz: nada em você é desproposital garota, o que você tem é o dom de me fazer feliz, mesmo que sem querer.

5 comentários:

La fora a chuva cai. disse...

Talvez serão pequenos gestos que fazem toda a diferença, além de tudo ser agradecida pelos tropeços e erros,mas no final de tudo fomos agradecidas por dar tudo certo.

Lucas T R Freitas disse...

Um completa outro.

Lua disse...

tão doce!

Sandrio cândido. disse...

" sou de momento"
isto é perigoso
bjs

André S. Lima disse...

Vento inconstante também me descreve bem.