Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Daquilo que não falta


A nostalgia de fim de ano me pegou. De repente senti o baque da falta dos amigos de adolescência, dessas pessoas que antes tão presentes na minha vida, hoje conto nos dedos de uma mão as vezes que nos encontramos durante do o ano que se passou. Está certo que novos amigos vieram me agraciar com boas risadas, filmes, conversas e filosofias em geral. Mas é difícil me ver saindo de uma outra vida, olhar pra ela e saber que daqui a pouco serão só boas lembranças, que talvez, no futuro possam a vir ser relembradas por aqueles que as fizeram existir. Isso, me entristece um pouco. Não é um sentimento ruim, mas sem dúvidas, o meu sorriso fica meio sem..., na verdade o meu sorriso fica meio, sorriso inteiro só quando essas lembranças puderem ser revividas de verdade. 
Gosto de fim de ano porque ele tem os melhores clichês (quem disse que clichê é ruim? agora até sentimento tem que ser cool?), as pessoas se tornam mais reflexivas, esta aí algo que eu realmente acho que falta no mundo:  reflexão, aquele silêncio cheio de verdades, o momento em que você para de falar com o mundo e começa a falar com você mesmo. Quanto tempo do nosso dia nos dedicamos a conhecer quem realmente somos? Chame seus defeitos pra conversar, vez ou outra, faça proposta de melhorias, mas também saiba dar risada quando eles te contarem uma piada. Porque defeito pode ser engraçado, considere-o como aquele amigo carente, que precisa de atenção e só cuidando dele é que ele vai melhorar.
As pessoas nessa época do ano se tornam mais solícitas, a pré-disposição em ajudar inunda os noticiários, o nosso cotidiano e coração. Devemos fazer isso o ano inteiro, sim, concordo plenamente, mas pare de implicar com o fato de isso acontecer com maior frequência em uma época do ano. Agradeça por isso acontecer! Se essa atitude se torna um hábito ou não na vida das pessoas, só diz respeito a elas e com a tal da consciência, que graças a Deus é individual e nos dá a oportunidade de crescermos espiritualmente pelo o que somos e não pelo o que são.
Fim de ano é união, adoro pensar que no dia 31 de dezembro o mundo respira esperança, paz, amor e saúde. Obrigada meu Deus, por me dar o privilégio de habitar num mundo, em que pelo menos um dia do ano as pessoas se unam em pensamentos com uma vontade em uníssono, todas nesse momento desejam felicidade. E que assim seja! Que possamos ser felizes durante a caminhada e não quando chegarmos ao fim dela. Não importa qual for o seu pedido, nesse fim de ano, eu só desejo que você seja feliz enquanto tenta realizá-lo.

Feliz Natal, Feliz 2013.

:)

3 comentários:

karina Nou disse...

Poxa... adorei o que vc escreveu! enqnto lia, parecia que vc esta lendo em mim o que eu queria dizer nesta epoca do ano realmente! Brigadao, brigada meu Deus por encontrar o seu blog hj, agora. beijao e que vc trilhe o seu caminho por 2013 encontrando sempre algo que te faca feliz!

Lucas T R Freitas disse...

Felicidades. Sempre.

JOSÉ RAFAEL MONTEIRO PESSOA disse...

Oi Roberta. Faz tempo que não escrevo nesse canteirinho aki. Sempre adorei suas doces palavras. Sobretudo, quando elas expressam o oposto que muitas vezes coloco nos meus posts do http://pensamentossoltosdeumamentenoir.blogspot.com.br Se bem que passei um tempão só em versos ternos. Saudades e ótimas energias todos os dias.
Bjs