Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

C'est tout


Ainda lembro-me de quando não era "eu" pesquisadora e "você" empresário, quando éramos jovens demais para não querer nada além de um bom rock e beijo. Recordo-me daqueles caminhos que insistiam em nos unir e da nossa sede pelo eterno. Sabe-se lá quanto tempo faz, mas havia sempre uma flor em minha cabeceira e um riso incerto nos seus lábios, do tipo : " Será que ela gostou? ". 


Agora andamos ocupados demais, estamos correndo com a energia que os nossos gastos 22 anos nos dá. Queremos revolucionar, quem sabe eu entenda a verdadeira utilidade de microcápsulas simbióticas e você vire o excelente empreendedor que todos acreditam e você tanto quer? A revolução veio bagunçar nossas idéias, por brilho em nossos olhos mas, e o coração? Você vai para onde eu for ou eu vou pra onde você for? Como faremos com essa distância de solos e vontades? 
Il y aura une solution pour nous mon amour? Tu iras avec moi?
Je ne sais pas encore, mais Je t'aime, c'est tout. 

2 comentários:

Juliana Guedes disse...

Nossa que lindo, você brincou de forma linda com o passagem do tempo.
Beijos

Wesley Ramos disse...

Nada vai nos separar.
Nossos corações se unificaram e não tem mais volta ;-)