Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Querências


Depois de um mês tão atribulado eu só quero sair e sentir a plenitude de me sentir bem. Revigorada, com frescor no olhar e na alma. Preciso nesse novo semestre me deliciar ao meu francês um pouco enferrujado, ouvir um bom rock e jazz. Não posso me perder nos meus números tão exatos, desejo o traço incerto da minha arte, da minha vida. Quero me deslumbrar, sim, é disso que eu preciso de DESLUMBRAMENTO, daqueles me tirem o ar ou um tão bem vindo sorriso. Vou andar descalça, sentir o geladinho do piso sob meus pés. Irei passear com os amigos e comigo mesma. Vou namorar um garoto que se enamore com os meus defeitos. Quero ser minha e de todos, DOAÇÃO, doar-me-ei ao Sol, à Lua, ao próximo. Quando falar no almoço vou querer ter uma alface entre os dentes e fazer todo mundo cair na gargalhada e eu vou rir também, irei achar graça da graciosidade de um bom riso. Quero ser várias para mim e única para os que amo. 

2 comentários:

Gizelle disse...

Viver é se entregar...
que seja única para os que ama e várias para si..

Tudo lindo aqui *.*

NATHALIA disse...

Sou apaixonada por seu blog (: