Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

domingo, 13 de maio de 2012

Até transbordar


Quando você me cobre com seu olhar, sorrio sem jeito e tento esconder minha timidez com assuntos banais. Percebo que o seu rosto continua sério, apesar de  haver um sorriso torto que logo entendo não ser pela minha conversa, mas sim, pelo cabelo meio preso, meio caído sobre os meus ombros. Sei que naquele momento você está em um mundo paralelo e que nada do que eu diga vai te impedir de me admirar de um modo tão desconcertante, tão envolvente. Ao caminhar até mim, delicadamente cheira minha nuca e encosta o rosto em minha bochechas que a essa altura já estão quentes. Eu quero sorrir mas, nesse momento, os meus olhos se fecham e eu já não consigo expressar nada além da minha intensa vontade de te ter o seu amor me completando até que transbordemos de tanta felicidade.

Um comentário:

Luu disse...

É exatamente assim, quando a felicidade toma conta do nosso ser! É transbordante!

Tão lindo e verdadeiro, gostei bastante Blá.