Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

domingo, 16 de outubro de 2011

Aconchego


É porque tem aquelas vezes que é impossível não querer morar no seu abraço. Você deixa? Prometo não ocupar muito espaço, na verdade, a única coisa que vai sobrar nesse aconchego é amor.

2 comentários:

Laís Pâmela disse...

E como a gente deseja morar nos abraços alheios hien.
Lindo demais!

Rach disse...

Oh, que coisa mais linda e doce!