Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Metade


foto by Roberta

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.
Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.
( Música cantada por Oswaldo Montenegro )

* Apenas o poema mais lindo que eu já li. Oswaldo sempre me surpreende.

p,s; Esse é um poema de Ferreira Gular. Obrigada pelo lembrete menino-homem!


8 comentários:

Tamara Lacerda disse...

Floooooor!
Você voltou! Tava sentindo falta dos seus posts! :D

Esse poemaé lindo demais.

beijão.

Evelyn Ceinwyn . disse...

Oswaldo é um verdadeiro poeta não é mesmo? Mais do que lindo, este poema ouvido é canção que acalenta a alma.

Um beijo.

Ni ... disse...

Este poema do Oswaldo Montenegro é realmente lindo por demais...

Beijo e mais beijso

JOSÉ RAFAEL MONTEIRO PESSOA disse...

Fico feliz em ver que vc voltou.
Precisa ver coisas ternas.
Felicidades.
Bjs

Rebeca Amaral disse...

lindo mesmo! adorei!
e que foto linda! não suma, flor!

beijos!

Menino-Homem disse...

feliz pelo seu retorno,
e logo com um poema de Ferreira Gular, ainda mais contente!

beijos,
do menino-homem

fique com Deus!

Tatiane Lemos disse...

lindo, amei a ultima estrofe*

Beijoos menina...

Wesley Ramos disse...

"E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade VOCÊ.

Amo-te.