Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

quinta-feira, 30 de julho de 2009



Me dê um sorriso sem motivo, um abraço sem conviniência ou um beijo sem obrigação? Me dê lágrimas de contentamento, palavras de incentivo ou uma mordida de carinho? Me dê o frio na barriga que tanto aquece meu coração? Me deixe fazer dos seus braços o meu campo de aconchego e proteção? Aceita meu coração sem medo da responsabilidade de fazê-lo pra sempre pulsar? Essas foram todas as perguntas que eu te fiz silenciosamente quando decidi que seria seu o meu amor. A propósito,obrigada por respondê-las com tanta sinceridade! Deve ser por isso que em três anos e sete meses você as transformou em afirmações tão deliciosas de se viver.




Eu te amo.

Nenhum comentário: