Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida.

(Clarice Lispector)
Minha foto
" Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão. Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião. Florestas, rios, cidades e litorais. Pessoas, sentimentos, tradições e rituais.Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais. Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais. Serei sincero com o meu verdadeiro ser. Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender. "

Semeiam Comigo *

Músicas

Músicas
Dos sonhos cantados.

Os prazeres singelos são o último refúgio dos homens complicados. (Oscar Wilde)

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Pra longe

Hoje eu andei. Andei na chuva, andei sem rumo. Na cabeça a música que me fazia esquecer de tudo, no coração a ânsia por definições e nos pés a vontade de ser levada pra longe.

3 comentários:

Be Lins disse...

A gente sempre quer ir além, né Flor?
Desejos da alma, somos seres das estrelas, deve ser por isso.

Grande beijo.


*

Rach disse...

Espero que alguém cumpra essa vontade...nem que seja só por um bocadinho.
Todas nós precisamos do heroí no cavalo branco ;)

Marcos Paulo disse...

Só obedecemos a lei
Da infinita highway...

Saudações...